quinta-feira, 25 de março de 2010

"De palavras e atos" e sua origem

Tenho esse blog há aproximadamente três anos. Não tenho idéia do que me passou pela cabeça na época que decidi fazer um, mas fiz. Enfim, ele já possuiu alguns outros nomes, “My magic sunflower” e “Lessien Tasartir” são alguns dos quais me recordo e que ficaram entre os preferidos, mas “De palavras e atos” finalmente foi o escolhido certo tempo depois.
O nome na verdade não foi baseado apenas em escolhas aleatórias de substantivos paralelos, eu queria algum título que tivesse algum sentido, e finalmente encontrei um, que tentarei explicar logo mais abaixo.

Não lembro do que me impulsionou a fazer um blog, mas lembro de ter escrito no primeiro post (que já apaguei claro), alguma coisa relacionada a diário pessoal e conversas particulares comigo mesma, além de várias outras bobagens que prefiro não comentar (rs). É realmente não estava inspirada na época, mas agora, depois de tanto tempo, após visitar alguns blogs tanto de amigas como de pessoas próximas e outras não tão próximas, pegando carona também na minha fase atual de desocupada (pra não dizer desempregada ), decidi tocar adiante esse espaço aqui, que estava muito mais que abandonado (des da época que decidi criar sem saber oque escrever), não só pra passar o tempo, mas também pra compartilhar as minhas experiências pessoais, algumas idéias, opiniões, alguns textos preferidos, músicas, críticas e etc. O céu é o limite.

Por agora as minhas intenções aqui são apenas estas
Não tenho a pretensão de ser a "pop" da net ou da blogsfera, o que eu quero mesmo é publicar meus pontos de vistas sobre tudo (ou quase tudo) o que me intriga de forma negativa ou positiva e manter por perto pessoas com quem possa dividir tudo isso.
E chega de me justificar!

Gostaria de agradecer algumas pessoas pelo apoio, que juro! Me surpreenderam ! 
Primeiro a Sheila Almendros, a Tuka do "PHD em sei la o que" (e de outros 12837218361982 blogs (rs)) pela super paciência em me ajudar a arrumar meu "canto", e pelos feedbacks positivos (Valeu Nega, to te devendo!!); Ao Diego, meu namorado, que também ta curtindo muito e incentivando a idéia de um lugarzinho meu em meio a tantos links e codigos HTML pra poder expressar o que tiver vontade de expressar ; E por fim...A Mariiana do "Papo de muié" pela parceria, e pelos nossos "papos de muié" onde trocamos tantas experiências e gargalhadas exageradas. Quem sabe a gente vai um dia no Jô ainda né Marii!? (rs).

E sem mais enrolações..Aqui vai o texto que me levou a escolher o nome do blog. Nunca soube o nome do autor, na verdade nem mesmo lembro onde peguei esse texto, já faz bastante tempo que tenho esse ctrl+C  ctrl+V por aqui sobrevivendo a tantas formatações feitas no meu Pc. Seja lá quem tenha escrito, meus sinceros parabéns.
É quase impossível ler sem refletir, é praticamente automático.
Me influenciou de tal forma que mereceu ir para o endereço do blog.

Um texto simples com coisas óbvias, mas que muita gente insiste em não dar importância.
De fazer das palavras ATOS

 "Falar é muito fácil quando a mente tem muitas palavras à disposição. Difícil é expressar por atos o que realmente você quer dizer, ou o quanto quer, antes que uma pessoa se vá.

Fácil é julgar, endurecer e repelir. Difícil é refletir sobre os seus próprios erros. Ou fazer diferente algo que você já fez muito errado.
Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que se deseja ouvir. Difícil é ser amigo em todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E ter confiança no que se diz e, principalmente, no que se faz.
Fácil é apontar caminhos para os outros. Difícil é fazer o seu próprio caminho e estar em paz com suas ações, estar com a sua consciência tranqüila.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado. Difícil é expressar em atos o seu amor a alguém que realmente o acolhe, conhece, respeita e entende. E é assim que perdemos as pessoas especiais.
Fácil é mentir aos quatro ventos, é ocultar, dissimular, usar subterfúrgios. Difícil é mentir para o nosso coração. E "mentir para si mesmo é sempre a pior mentira..." (Renato Russo)
Fácil é ver o que queremos enxergar. Difícil é saber onde estão as ilusões e as vaidades; onde nos iludimos com o que achávamos ter visto ou feito. Difícil é admitir que nos deixamos levar, outra vez. Isso é difícil.
Fácil é dizer "oi" ou "como vai?". Difícil é dizer adeus. E é ainda mais difícil se fizemos a partida de alguém de nossas vidas, por nossos atos ou omissões.
Fácil é ter. Difícil é ser.
Fácil é querer ser amado e compreendido. Difícil é amar, compreender e valorizar o outro.
Fácil é ouvir qualquer música que toca, as palavras vãs e/ou interesseiras. Difícil é ouvir a música de sua consciência, as palavras de seu coração, acenando o tempo todo, mostrando suas escolhas incertas.
Fácil é ditar regras. Difícil é segui-las, é ter os sensos exatos de sua própria vida, os sensos corretos.
Fácil é perguntar. Difícil é dar respostas concretas, por ações.
Fácil é dar um beijo. Difícil é confiar a alma.
Fácil é ter pessoas ao longo da vida. Difícil é ser com elas, por inteiro, nada delas esconder ou ocultar.
Fácil é estar numa agenda telefônica. Difícil é estar no coração de alguém, saber que se é realmente amado, cuidado.
Fácil é sonhar, ter intenções . Difícil é fazer, do sonho, realidade; das intenções, os atos".

[Amo*]

2 comentários:

  1. Em primeiro lugar, eu vou ter que comentar sobre este texto! MARAVILHOSO.

    "Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado. Difícil é expressar em atos o seu amor a alguém que realmente o acolhe, conhece, respeita e entende. E é assim que perdemos as pessoas especiais."

    é tão fácil sair por aí criticando, esbravejando, mas demonstrar o afeto, o carinho e o amor, nem sempre é uma tarefa fácil para quem a faz!
    -
    E florzinhaaaaa, OBRIGADAAA!
    Você sabe que ADORO teu blog, e as nossas conversas são uma delícia! Espero manter esta parceria por MUIITO tempo...
    Olha agente no Jô aí! Rs

    Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijos ;*

    ResponderExcluir
  2. Ai negannn, que fofa *_*
    Não tem que agradecer nada! Fiz só pra retribuir a forma que você sempre se manteve presente na minha vidinha virtual. E olha que nem longe moramos, né? rs
    Boa sorte com seu cantinho! Tá com sua cara!

    ResponderExcluir